Internacional
20 agosto 2021 às 22h05

China, Rússia e Turquia: os atores que é preciso ter em conta no novo Afeganistão

Nem Pequim nem Moscovo tiraram os diplomatas de Cabul, após a chegada dos talibãs, e apostam na estabilidade. Ancara tinha planos para garantir a segurança do aeroporto e está preocupada com os refugiados.