Casal morre de covid-19 e deixa cinco filhos órfãos na Califórnia

O casal não estava vacinado e morreu com apenas duas semanas de distância. As crianças com idades compreendidas entre as três semanas e os oito anos ficaram órfãs.

Daniel e Davy Macias, um casal com cinco filhos que vivia no sul da Califórnia, nos Estados Unidos, morreram de covid-19 com duas semanas de distância, deixando as crianças órfãs, informa a CNN.

Davy Macias, de 37 anos, era enfermeira obstetrícia num hospital e estava grávida do seu quinto filho quando foi hospitalizada no início de agosto devido a complicações relacionadas com a covid-19. Daniel, de 38 anos, deu entrada pouco tempo depois.

No hospital, os médicos optaram por realizar uma cesariana enquanto a mulher estava entubada, porém a mãe morreu antes de poder conhecer a filha.

Daniel estava internado no mesmo hospital quando soube do nascimento da filha e chegou a vê-la através de fotografias que os enfermeiros lhe mostraram. No entanto, duas semanas depois, morreu também devido ao agravamento do seu estado de saúde, deixando a bebé sem pais ou nome.

O hospital e a família da recém-nascida optaram por chamar-lhe "Baby Girl".

A avó, Terry Macias, que tem agora a cargo as cinco crianças com idades entre as três semanas e os oito anos, confirmou que o casal não estava vacinado porque aguardava mais informações clínicas até decidir sobre a inoculação. "Eles não eram contra as vacinas. Planeavam tomá-las", garantiu.

Terry acredita que o seu filho e a nora contraíram a doença após uma recente viagem familiar a um parque aquático antes de as crianças regressarem à escola.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG