Biden "chocado" com tiroteio em desfile do Dia da Independência nos EUA

Presidente dos Estados Unidos promete que não "vai desistir de lutar contra a epidemia da violência armada".

O Presidente dos Estados Unidos mostrou-se esta segunda-feira "chocado" com o tiroteio que fez vários mortos e dezenas de feridos em Highland Park, nos subúrbios de Chicago, reiterando que não "vai desistir de lutar contra a epidemia da violência armada".

"A Jill [Biden] e eu estamos chocados com a violência armada sem sentido que mais uma vez trouxe sofrimento a uma comunidade americana neste Dia da Independência", realçou Joe Biden, citado num comunicado publicado no site da Casa Branca.

Demonstrando gratidão às equipas de socorro, o chefe de Estado disse que já conversou com o governador do estado do Illinois, Jay Robert "J. B." Pritzker, e com a presidente da Câmara Municipal de Highland Park, Nancy Rotering, oferecendo "todo o apoio do Governo federal".

"Também acionei a polícia federal para ajudar na busca urgente pelo atirador, que continua neste momento em fuga", realçou, atentando que "os membros da comunidade devem seguir as orientações das autoridades no local".

Joe Biden lembrou ainda que, recentemente, assinou "a primeira grande lei bipartidária de reforma de armas em quase 30 anos", que, segundo o mesmo, "inclui ações que vão salvar vidas".

"Mas há muito mais trabalho a fazer e não vou desistir de lutar contra a epidemia da violência armada", sublinhou.

A Polícia norte-americana desencadeou operações de busca pelo autor do tiroteio que fez várias vítimas mortais e dezenas de feridos em Highland Park, nos subúrbios de Chicago, no dia da Independência dos Estados Unidos.

De acordo com o último balanço das autoridades norte-americanas, pelo menos seis pessoas morreram e 24 ficaram feridas, na sequência de um tiroteio num desfile do Dia da Independência.

O suspeito, descrito pela polícia como um homem branco entre os 18 e os 20 anos, encontra-se em fuga, estará armado e é "considerado perigoso".

O município de Highland Park informou na sua página no Facebook que a polícia foi mobilizada para o local após um "incidente" no desfile do Dia da Independência, que é comemorado em 04 de julho, e que o mesmo havia sido cancelado.

O jornal Chicago Tribune refere que o governador de Illinois, o democrata Jay Robert "J. B." Pritzker estava no local.

Os 'media' locais estão a noticiar relatos de vários corpos ensanguentados a serem transportados para hospitais.

A polícia está a dispersar civis das imediações do local do incidente.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG