Autor de ataque em comboio na Alemanha internado em hospital psiquiátrico

Refugiado político sírio usou uma faca no ataque levado a cabo num comboio de alta velocidade, tendo ferido quatro pessoas. Homem sofre de esquizofrenia delirante e paranoica.

As autoridades alemãs anunciaram hoje que o autor do ataque com uma faca levado a cabo no dia anterior - e no qual feriu quatro pessoas - num comboio de alta velocidade foi internado em um hospital psiquiátrico.

Numa primeira avaliação, um especialista determinou que o autor do ataque, um refugiado político sírio de 27 anos que chegou ao país em 2014, sofre de "esquizofrenia delirante e paranoica" e uma forte alteração de responsabilidade, disse Gerhard Neuhof, pocurador de Nurembergue-Furth, encarregado do caso.

O jovem declarou que se sentia perseguido por agentes da polícia que supostamente o vigiavam e tentavam enlouquecê-lo. O procurador esclareceu que ele não era alvo de nenhuma medida policial em particular.
O agressor foi internado e aguarda novos exames.

"Não há nenhum elemento que aponte na direção de uma motivação islâmica", disse Sabine Nagel, chefe da polícia local.

A polícia foi alertada por volta das 08h00 (hora de Lisboa) sobre um ataque com faca num comboio de alta velocidade ICE viajando entre a Baviera e Hamburgo com cerca de 300 passageiros a bordo.

Depois do ataque, o comboio ficou parado na estação de Seubersdorf, no sul do país, e um grande dispositivo policial foi mobilizado.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG