App de encontros japonesa pirateada. Dados de 1,7 milhões de pessoas comprometidos

Imagens de cartas de condução e passaportes divulgados.

Os dados pessoais de mais de um milhão de utilizadores de uma das aplicações de encontro mais populares do Japão podem ter sido expostos por um hacker, alertou a sua operadora.

A Net Marketing Co, que dirige a aplicação Omiai, disse que detetou em abril um acesso não autorizado ao servidor que armazena as informações dos membros.

"Descobrimos que é muito provável que algumas informações dos membros tenham vazado devido a acesso não autorizado", disse a empresa em comunicado.

Imagens de cartas de condução e passaportes que foram enviados para verificação de idade estavam entre os dados comprometidos entre 20 e 26 de abril, acrescentou a empresa.

Segundo o relatório, 1,7 milhões de utilizadores foram afetados, incluindo alguns que já não estão registados no serviço.

Informações de cartão de crédito não foram afetadas, pois são processadas separadamente por uma instituição financeira.

A notícia, anunciada em comunicado na sexta-feira, fez com que as ações da Net Marketing caíssem na segunda-feira, fechando com uma queda de 19,34%.

Omiai, a palavra japonesa para matchmaking, está entre as aplicações de namoro mais populares do país, com um foco em relacionamentos sérios.

De acordo com dados de abril, a aplicação tinha 6,89 milhões de inscritos.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG