Zelensky eleito Personalidade do Ano pela revista Time

A revista Time destaca também a resiliência ucraniana numa guerra que dura há mais de nove meses.

DN
© Twitter

O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, foi eleito Personalidade do Ano pela revista Time, que destaca também a resiliência ucraniana face à invasão da Rússia, em curso desde 24 de fevereiro.

"Personalidade do Ano 2022 da Time: Volodymyr Zelensky e o espírito da Ucrânia", lê-se no anúncio feito esta quarta-feira pela revista nas redes sociais.

Zelensky, de 44 anos, tem sido o rosto da resistência ucraniana há nove meses, desde que começou a invasão russa, a 24 de fevereiro, quando o presidente russo, Vladimir Putin, ordenou o que classificou como sendo uma operação militar especial em território ucraniano.

"Quer a batalha pela Ucrânia traga esperança ou medo, Volodymyr Zelensky galvanizou o mundo de uma maneira que não vemos há décadas", escreveu o editor-chefe da Time, Edward Felsenthal, para quem a escolha "nunca tinha sido tão clara".

"Para provar que a coragem pode ser tão contagiosa como o medo, para inspirar pessoas e nações a unirem-se em defesa da liberdade, para lembrar ao mundo a fragilidade da democracia - e da paz -, Volodymyr Zelensky e o espírito da Ucrânia são a Personalidade do Ano da Time 2022", escreveu a revista sediada em Nova Iorque.

"Não havia muito na biografia de Zelensky que pudesse prever a sua disposição de resistir e lutar", escreve a revista Time, recordando que o presidente ucraniano "nunca serviu nas forças armadas".

Presidente da Ucrânia desde abril de 2019, "os seus instintos profissionais derivavam de uma vida inteira como ator no palco, especialista em comédia de improvisação e produtor na indústria cinematográfica", lê-se na publicação.

A experiência de Zelensky no mundo do entretenimento deu-lhe vantagens, refere o artigo da Time. "Agora o seu público era o mundo" e estava determinado a não dececioná-lo.

"Nas semanas que se seguiram ao início dos bombardeamentos russos de 24 de fevereiro, a sua decisão de não fugir de Kiev, mas de ficar e de reunir apoio foi crucial", destaca a Time.

A revista sustenta ainda a escolha sublinhando que "desde a sua primeira mensagem, de 40 segundos, no Instagram, no dia 25 de fevereiro - mostrando que o seu gabinete estava intacto e a funcionar - aos discursos diários proferidos remotamente em instituições como parlamentos, o Banco Mundial e os Grammy Awards, o presidente da Ucrânia esteve em todo o lado".

Em 2021, a revista Time distinguiu o empresário Elon Musk, dono da Tesla e da SpaceX, como a Personalidade do Ano.

Notícia atualizada às 14:23

Com Lusa