Exclusivo A vice-presidente que se aconselha com gestores de topo 

À sucessão de notícias desfavoráveis a Kamala Harris soube-se agora que tem recorrido ao aconselhamento de administradores de empresas.

Com uma agenda complicada de cumprir, incluindo questões migratórias e direitos de voto, sob críticas de má gestão dos recursos humanos, e com as sondagens a castigá-la, Kamala Harris encontrou nos executivos de Silicon Valley e Wall Street aliados inesperados, que se tornaram numa espécie de conselheiros informais, juntando-se nesse papel a Hillary Clinton.

O presidente da Microsoft, Brad Smith; o administrador executivo da Cisco, Chuck Robbins; a administradora executiva do Citigroup, Jane Fraser; ou o presidente da Mastercard, Ajay Banga são alguns dos gestores de topo com quem Harris mais tem falado. Segundo a Bloomberg, esta aproximação teve como resultado o setor privado comprometer-se em investir 1,2 mil milhões de dólares (1,05 mil milhões de euros) para ajudar a gerir o fluxo de migrantes da América Central, e levou os bancos a conceder mais empréstimos às pequenas empresas norte-americanas, em especial àquelas detidas por minorias.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG