Voo 447: Air France condenada a indemnizar família

A justiça brasileira condenou hoje a companhia aérea Air France ao pagamento de uma indemnização superior a 500 mil euros por danos morais à família de uma das vítimas mortais do acidente de 2009 com um Airbus.

De acordo com a imprensa brasileira, esta foi a decisão de um tribunal do Rio de Janeiro em relação a uma acção interposta pelos pais e avós de Luciana Clarkson Seba, de 31 anos, que viajava acompanhada pelo seu marido e pelos sogros a bordo do Airbus A330 que se despenhou a 31 de maio do ano passado numa viagem entre Brasil e Paris.

Os pais de Luciana Seba receberão cada um cerca de 220 mil euros e os avós serão indemnizados com cerca de 45 mil euros, num total de 1,2 milhões de reais (540 000 euros). Além disso, a Air France foi condenada a pagar uma pensão mensal de cerca de 2000 euros, com efeitos retroactivos à data da morte, até à data em que a vítima completaria 70 anos.

Na sentença, o magistrado brasileiro disse que o sofrimento decorrente da perda de um familiar justifica por si só o pagamento de indemnizações e adiantou que a companhia aérea deve "possuir aeronaves que operem em condições normais, mas também que sejam capazes de suportar eventualidades".

A aeronave caiu no Oceano Atlântico matando as 228 pessoas que seguiam a bordo, incluindo os membros da tripulação. Uma possível falha num dos sensores que medem a velocidade foi indicada como a eventual causa do acidente, mas ainda não há conclusões definitivas.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG