Ucrânia e pró-russos voltam a tentar a paz

Representantes do governo ucraniano e dos separatistas pró-russos reúnem-se na sexta-feira em Minsk para uma nova ronda de negociações de paz, anunciou hoje o Ministério dos Negócios Estrangeiros da Bielorrússia.

"Confirmamos que essa reunião se vai realizar", disse um porta-voz do Ministério às agências russas, escusando-se a indicar a hora do encontro.

Além das partes em conflito, participam na reunião representantes da Rússia e da Organização para a Segurança e Cooperação na Europa (OSCE).

O anúncio foi feito horas depois de as autoridades ucranianas terem denunciado que a Rússia concentrou cerca de 4.000 tropas junto à "fronteira administrativa" entre a Ucrânia e a Crimeia, península ucraniana anexada pela Rússia em maio.

A Ucrânia e os separatistas pró-russos acordaram um cessar-fogo a 05 de setembro, no âmbito de um plano de paz de doze pontos que visa pôr fim a cinco meses de conflito armado.

Apesar de algumas violações pontuais, o cessar-fogo tem sido globalmente respeitado.

O plano prevê também a troca de prisioneiros, a criação de corredores humanitários e a concessão de um estatuto especial às zonas controladas pelos rebeldes no leste da Ucrânia.

Na reunião de 05 de setembro, a Rússia esteve representada pelo seu embaixador em Kiev, Mikhail Zurabov, a Ucrânia pelo seu ex-presidente Leonid Kuchma, a OSCE pela enviada Heidi Tagliavini e os separatistas pelos líderes das autoproclamadas repúblicas populares de Donetsk e de Lugansk.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG