Ucrânia denuncia que 32 tanques russos entraram no seu território

Ministério da Defesa russo nega acusações feitas pelo porta-voz militar ucraniano.

Andriy Lysenko, citado pela AFP e pela Reuters, afirmou que 32 tanques com tropas e armamento cruzaram a fronteira da Rússia para a Ucrânia. Algo que um porta-voz do Ministério da Defesa russo, citado pela Interfax, negou.

No mesmo dia, um fonte oficial da NATO, que falou à Reuters, sob anonimato, indicou que a atividade das tropas russas na fronteira com a Ucrânia aumentou. "Temos conhecimento de informações de que forças russas e tanques estão a atravessar a fronteira da Rússia para a Ucrânia e estamos a analisá-las. Podemos aumentar um aumento recente de movimentações de tropas russas na fronteira leste da Ucrânia".

Aí, os separatistas pró-russos realizaram, no dia 26 de outubro, eleições alternativas às realizadas pelo regime de Kiev, tendo a Rússia reconhecido o resultado das mesmas. O presidente da Ucrânia, Petro Porosehnko, denunciou, por seu lado, "uma farsa" e pôs as tropas ucranianas em prontidão junto a cidades chave.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG