Turquia chama embaixador do Vaticano após Papa falar do "genocídio" arménio

O Papa Francisco disse que o massacre de arménios há cem anos foi o "primeiro genocídio do século XX".

A Turquia chamou para consultas o embaixador do Vaticano em Ancara, indicou um responsável do governo à Reuters.

O objetivo da Turquia é protestar contra as declarações do Papa, que considerou que o massacre de arménios há cem anos foi o "primeiro genocídio do século XX". As declarações foram proferidas durante uma missa para assinalar o aniversário dos massacres.

A Turquia (de maioria muçulmana) aceita que muitos cristãos arménios morreram em confrontos com soldados otomanos a partir de 1915, quando a Arménia fazia parte do império, mas negam que tenha havido centenas de milhares de mortos e que isso se tratou de um genocídio.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG