"Sinal muito fraco" de caixas negras foi detectado

A Marinha francesa detectou um "sinal muito fraco" das caixas negras do avião Airbus A330 da Air France desaparecido no Atlântico a 01 de Junho passado com 228 pessoas a bordo, segundo o jornal Le Monde.

"Até ao momento, as caixas negras do avião não foram localizadas", adiantou a porta-voz do gabinete que investiga o acidente, referindo que "as equipas de buscas estão a analisar todos os ruídos" captados.

As buscas revelaram-se “difíceis” estando as caixas negras, provavelmente, a cinco mil metros de profundidade. As baterias possuem carga para um mês e o prazo está cada vez mais apertado para a sua recuperação.

Mas  o gabinete que efectua as investigações técnicas garantiu que "comunicará assim que houver confirmação de uma informação precisa" sobre as caixas negras.
De acordo com o Le Monde, o mini-submarino articulado "Nautile" submergiu segunda-feira para procurar as caixas negras do avião depois de ter sido detectado o sinal das caixas, necessárias para esclarecer o motivo da queda do avião.

Ontem, as autoridades brasileiras anunciaram terem sido recolhidos 50 corpos de vítimas do acidente do Airbus A330.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG