Primeiro dia do Ramadão com balanço de 24 mortos

Vinte e quatro civis morreram na segunda-feira na Síria, dez dos quais foram mortos a tiro pelas forças de segurança na noite do primeiro dia do Ramadão, segundo os dados do Observatório sírio dos Direitos do Homem.

"Dez mártires sucumbiram e vários foram feridos a tiro pelas forças de segurança durante as manifestações [contra o regime sírio] em várias cidades do país, depois da oração de Tarawih", que tem lugar todas as tardes durante o mês do Ramadão, depois do fim do jejum, adiantou o chefe do observatório sírio, Rami Abdel Rahmane.

Citado pela agência noticiosa francesa AFP, aquele responsável indicou um balanço de 24 mortos na segunda-feira, primeiro dia do Ramadão.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG