P&R

O que é que aconteceu exactamente nas Honduras?

Na madrugada de domingo, comandos de militares hondurenhos, compostos por uma a duas centenas de homens armados, expulsaram o presidente do país e a sua família para a Costa Rica. Manuel Zelaya diz ter sido raptado e enganado pela elite militar hondurenha. Tal como manda a Constituição, o chefe do Estado foi substituído interinamente pelo presidente do Parlamento, Roberto Micheletti.

O que levou à expulsão do presidente Manuel Zelaya?

O Supremo Tribunal hondurenho garante que foi a justiça a ordenar a detenção do presidente, pelo facto de este querer realizar no domingo um referendo ilegal.

Que referendo era esse?

Era um referendo sobre a alteração da Constituição do país, por forma a permitir que Zelaya pudesse recandidatar-se à presidência e governar por mais quatro anos. Algo que actualmente não está previsto.

Era previsível que houvesse um golpe de Estado?

Havia rumores sobre essa possibilidade depois de Zelaya ter decidido destituir o chefe do Estado-Maior, o general Romeo Vásquez, após os militares se terem recusado a distribuir boletins de voto para a consulta popular. Apesar de tudo, não havia um golpe na América Latina desde 1993.

Porque se degradaram as relações entre o presidente e as outras instituições?

A BBC refere que a aproximação feita por Zelaya a Hugo Chávez, o Presidente da Venezuela, criou receios nalguns sectores. Nomeadamente em relação a tentativas de perpetuação no poder.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG