Polícia que tinha regressado de licença de maternidade morta em assalto ao banco

Um outro polícia ficou ferido, tal como uma funcionário do banco em Vigo. Um dos assaltantes foi morto na troca de tiros, mas outro fugiu.

Um assalto a um banco em Vigo acabou com a morte de uma mulher polícia que há pouco tempo tinha regressado ao serviço após a licença de maternidade. Vanessa María Lage Carreira tinha 36 anos, era polícia desde 2005 e não envergava um colete à prova de balas. Foi atingida no peito e apesar das tentativas para a salvar, o óbito foi confirmado no hospital.

Segundo o El Mundo, o assalto aconteceu ao início da tarde e quando um dos assaltantes tentou sair do banco com uma refém após soar o alarme. Dois polícias espanhóis tentaram pará-lo, mas o homem resistiu, tendo depois começado uma troca de tiros.

O assaltante foi alvejado e morreu no local. Um outro polícia ficou ferido ao ser atingido por cinco tiros. A mulher que foi feita refém, subdiretora do banco também foi alvejada uma vez, mas sem gravidade.

Um outro assaltante conseguiu fugir durante o tiroteio e, segundo a imprensa local citada pelo El Mundo, será uma mulher de origem romena.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG