Pelo menos 45 mortos em atentado em Carachi

A explosão de um carro armadilhado na cidade paquistanesa de Carachi matou pelo menos 45 pessoas, deixando 150 feridos, segundo um balanço da polícia.

A explosão ocorreu à entrada do bairro de abbas Town, habitado por membros da minoria xiita, desconhecendo-se qual era o alvo do atentado.

"Pelo menos 45 pessoas morreram e 150 ficaram feridos. Os números podem aumentar porque cerca de metade dos feridos está em estado grave", afirmou à AFP um alto responsável da cidade, Hashim Raza Zaidi.

Um anterior balanço dava conta de 23 mortos.

"Estava no meu apartamento situado no terceiro andar. De repente, ouvi uma explosão forte. Pensava que o prédio ia cair, como num tremor de terra", afirmou à FP Ijaz Ali, de 37 anos, que ficou ferido na cabeça. "Os vidros no meu apartamento rebentaram e algo bateu na minha cabeça e eu perdi a consciência. Recuperei os sentidos no hospital e fiquei aliviado de descobrir que a minha família tinha sobrevivido", concluiu.

Segundo a BBC, o atentado destruiu vários edifícios e incendiou outros, havendo relatos de que poderá ter ocorrido uma segunda explosão. Os socorristas tentavam retirar as vítimas dos escombros.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG