Papa decreta dia de jejum no mundo pela paz na Síria

O Papa Francisco decretou durante a oração de Angelus um dia de jejum e oração no mundo inteiro, a 7 de setembro, pela paz na Síria e em todo o Médio Oriente.

"Que o grito da paz se eleve com a força para um mundo de paz", afirmou o Papa num apelo solene diante de dezenas de milhares de pessoas reunidas na Praça de São Pedro, no Vaticano.

"Condeno com veemência o uso de armas químicas. Ainda tenho gravada na mente e no coração as terríveis imagens dos últimos dias", afirmou o Papa antes de exclamar: "Há um julgamento de Deus e um julgamento da História sobre as nossas ações aos quais não podemos escapar".

"Não é o recurso à violência que traz a paz. A guerra apela à guerra, a violência apela à violência", acrescentou.

O Papa anunciou uma vigília de oração a 7 de setembro, das 18.00 às 23.00 (horas de Lisboa), apelando aos cristãos mas também aos fiéis de outras confissões religiosas e aos não-crentes, a juntarem-se a ele nesse dia.

Há várias semanas que o Papa apela ao diálogo na Síria, opondo-se a qualquer intervenção armada.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG