Papa "aberto a sugestões" para reforma da Igreja

O Papa Francisco apela a uma reforma da Igreja a todos os níveis, preconizando "uma conversão do papado" e declarando-se "abertos a sugestões" para o exercício do seu ministério mais de acordo com o evangelho.

Na sua exortação "A alegria do evangelho", o primeiro grande documento do Papa Francisco, escreve que pretende orientar a sua atividade para ficar "mais fiel ao significado que Jesus Cristo que pretendia dar".

O Papa Francisco criticou ainda o injusto sistema económico mundial e avisou que a exclusão e a disparidade social "irão provocar a explosão" de violência no mundo.

"Até que se elimine a exclusão social e a disparidade social, na sociedade e entre os vários povos, será impossível erradicar a violência. Acusamos os pobres (...) da violência, mas, sem igualdade de oportunidades, as diferentes formas de agressão e de guerra tornam-se um terreno fértil que, mais cedo ou mais tarde, provocará a explosão", escreveu o Papa Francisco na sua exortação "Evangelii Gaudium".

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG