O cartoon premonitório do diretor do 'Charlie Hebdo'

Um dos últimos cartoons do diretor, que morreu no ataque ao jornal, é um desenho de um terrorista a prometer atentados em França até fim de janeiro.

Stéphane Charbonnier, desenhador e diretor do jornal satírico Charlie Hebdo e mais conhecido como Charb, é uma das 12 vítimas do ataque desta manhã nas instalações do jornal em Paris. Charb já fora ameaçado de morte várias vezes.

Num dos seus últimos cartoons, publicado na edição desta semana do Charlie Hebdo, pode ver-se um jihadista de espingarda ao ombro e lê-se "Continua sem haver atentados em França. Esperem! Temos até ao final de janeiro para apresentar os nossos votos".

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG