Um dos soldados mortos em Caxemira terá sido decapitado

Um dos dois soldados indianos mortos na terça-feira em confrontos na fronteira com Caxemira terá sido decapitado, afirmou o exército indiano.

"Podemos confirmar que um dos soldados indianos foi decapitado pelo exército paquistanês em Caxemira", disse à AFP um porta-voz dos militares. "Foi um ato traiçoeiro, cortaram-lhe a cabeça", acrescentou.

Fontes do exército já tinham denunciado a informação mas o porta-voz só confirmou as suspeitas depois de ter informado toda a comitiva de soldados sobre o que tinha acontecido.

Um oficial militar paquistanês disse que o Paquistão rejeitou "as alegações da Índia de que soldados paquistaneses dispararam" na fronteira, negando ainda a morte de quaisquer combatentes indianos.

Questionado sobre esta contradição, o porta-voz indiano afirmou que o exército paquistanês está "em negação". "Acreditamos convictamente que os membros do exército paquistanês estiveram envolvidos, porque se tratou de um ataque cirúrgico com armas de elevado calibre".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG