Parlamento aprova novo chefe dos serviços de informações

Os deputados afegãos aprovaram hoje a nomeação para o cargo de chefe dos serviços de informações de Asadullah Khalid, controverso antigo governador e ministro.

A nomeação de Asadullah Khalid para o NDS (Direção Nacional para a Segurança, os serviços secretos afegãos), feita no final de agosto pelo presidente Hamid Karzai, foi aprovada por 143 votos, em 241.

Asadullah Khalid é acusado por várias organizações de defesa dos direitos humanos de corrupção, tráfico de droga e de ter permitido a tortura de presos quando era governador das províncias de Ghazni e de Kandahar (sul).

Khalid, que agora exercia das funções de ministro das Fronteiras e dos Assuntos Tribais, desmente as acusações.

A sua nomeação é interpretada como um esforço de Karzai para colocar homens de confiança à frente das principais instituições do país antes de ser escolhido um sucessor para a presidência, em 2014.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG