Palestinianos marcam municipais para 20 de outubro

A Autoridade Parlestiniana decidiu esta terça-feira realizar eleições municipais a 20 de outubro, o primeiro escrutínio palestiniano desde as legislativas de 2006, que foram ganhas pelo movimento radical islâmico Hamas.

A decisão, comunicada à AFP por fontes palestinianas a coberto do anonimato, surgindo depois da suspensão, a 2 de julho, pelo Hamas, dos trabalhos da Comissão Eleitoral Central. Isso sucedeu na véspera do registo de eleitores, etapa importante na chamada reconciliação nacional.

"O Governo palestiniano decidiu hoje, durante a sua reunião, fazer eleições locais a 20 de outubro, em todos os territórios palestinianos", afirmou um responsável que falou à AFP a coberto do anonimato.

A mesma agência refere que estas eleições poderão vir a ser realizadas apenas na Cisjordânia, dado os desacordos entre o Hamas, que domina o poder na Faixa de Gaza, e Israel, que proíbe toda a atividade política palestiniana em Jerusalém-Oriental, que foi anexada em 1967.

No ano passado, a Autoridade Palestiniana, que tem controlo apenas sobre os territórios palestinianos na Cisjordânia, já tinha convocado, por duas vezes, eleições municipais: uma a 9 de julho de 2011 e outra a 22 de outubro do mesmo ano. Depois disso, tinham sido adiadas sin die para permitir o início da reconciliação e, em consequência dela, a realização do escrutínio na totalidade dos territórios palestinianos.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG