Oito mortos em ataque aéreo a leste de Damasco

Pelo menos oito pessoas morreram num bombardeamento aéreo a leste de Damasco, o primeiro desde o início da trégua declarada -- e quebrada -- na sexta-feira, informou o Observatório Sírio dos Direitos Humanos.

"Um bombardeamento visou um edifício na cidade de Irbin e matou pelo menos oito homens. Foi o primeiro ataque aéreo desde a declaração da trégua" declarada para os quatro dias da festa muçulmana do Eid al-Adha.

"A trégua está morta, já não podemos falar de uma trégua", considerou o diretor da organização, que tem sede em Londres e recolhe informação junto de rebeldes e de médicos no terreno.

O regime sírio e os comandantes rebeldes tinham-se comprometido a respeitar a partir de sexta-feira uma trégua de quatro dias, por ocasião do Eid al-Adha, proposta pelo emissário da ONU e da Liga Árabe para a Síria, Lakhdar Brahimi.

Mas depois de apenas algumas horas, os confrontos recomeçaram e na sexta-feira, segundo o Observatório Sírio dos Direitos Humanos, a violência fez 146 mortos.

Hoje, além do bombardeamento em Irbin, cinco civis morreram num atentado com um carro armadilhado em Deir Ezzor, no leste da Síria.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG