Morsi reforça laços com Irão e revê relações com Israel

O novo Presidente egípcio, o islamista Mohamed Morsi, advogou o reforço dos laços entre o seu país e o Irão, ao mesmo tempo que defendeu a "revisão" dos acordos de paz com Israel.

Numa entrevista à agência iraniana Fars, o novo Presidente do Egito defendeu que o reaproximação das relações com o regime iraniano, rompidas com a chegada ao poder, em 1980, do islão xiita em Teerão. O novo regime rompeu as relações em protesto pelos acordos de paz de Camp David entre Israel e o Egito.

Para o chefe de Estado, este reatar de relações permitirá criar um novo "equilíbrio estratégico regional.

Quanto às relações com Israel, Morsi afirmou que vai "discutir de igual para igual". "Não somos inferiores a eles. Dicutiremos os direitos dos palestinianos, pois isso é muito importante", disse Mohamed Morsi.

Morsi garantiu que o Egito vai "rever os acordos de Camp David", ainda que este processo seja feito "pelos órgãos governamentais e pelo gabinete". "Não tomarei qualquer decisão sozinho", garantiu.

A vitória de Mohamed Morsi nas presidenciais egípcias foi saudada pelo regime iraniano, através de uma nota do Ministério dos Negócios Estrangeiros. "A República Islâmica do Irão felicita o povo egípcio pela sua vítória nesta eleição e pela presidencia de Mohamed Morsi, e presta homenagem aos mártires do país", pode ler-se no comunicado.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG