Kofi Annan abandona mediação do conflito da Síria

O ex-secretário-geral da ONU demitiu-se hoje das funções de emissário das Nações Unidas e da Liga Árabe para a Síria.

O anuncio foi feito pelo atual secretário geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon. Annan informou a ONU e a Liga Árabe "da sua intenção de não renovar o mandato que expira a 31 de agosto de 2012", indicou Ban em comunicado.

O secretário geral afirmou que sentia um profundo pesar pela decisão, especialmente pelo momento e contexto em que foi tomada. A violência na Síria tem nas últimas semanas aumentado, com duros confrontos entre as forças leais ao regime de Bachar al-Assad e os rebeldes do Exército Livre Sírio.

O emissário da ONU ocupava o cargo extraordinário desde 23 de fevereiro e lutava pelo cessar fogo entre o regime e os rebeldes que tentam derrubar o governo.

Annan viajava com frequência até ao Médio Oriente e tinha proposto a formação de um governo de transição na Síria, que incorporasse elementos do atual regime e da oposição. Ainda não existe nome para o sucessor de Kofi Annan.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG