Kerry no Egito na véspera do julgamento de Morsi

O secretário de Estado norte-americano, John Kerry, afirmou hoje, no Cairo, que os Estados Unidos estão determinados em "continuar a trabalhar" com o Governo interino no Egito, apelando a eleições "livres e justas".

Esta foi a primeira visita ao Cairo do responsável americano desde a destituição, a 03 de julho passado, do Presidente islamista Mohamed Morsi, depois de manifestações de milhões de egípcios exigindo a sua demissão.

Os militares nomearam um Governo interino encarregado de reescrever a Constituição e de organizar eleições legislativas e presidenciais para 2014.

Os últimos meses foram marcados por uma forte repressão dos islamitas egípcios. Mais de 1.000 pessoas foram mortas em confrontos, a maioria apoiantes de Morsi, e cerca de 2.000 islamitas foram detidos, quase todos membros da Irmandade Muçulmana, da qual Morsi foi dirigente e que venceu as legislativas de 2012.

O início do julgamento de Morsi está previsto para amanhã no Cairo.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG