Jovem médico britânico morto na Síria

Um médico britânico, de 26 anos, que interrompeu a carreira para prestar assistência no conflito na Síria, morreu na sequência de um bombardeamento contra o hospital onde trabalhava, informou hoje a entidade com a qual colaborava.

Isa Abdur Rahman, licenciado pelo Imperial College de Londres, trabalhava como voluntário num hospital da cidade de Idlib, no noroeste, quando uma bomba atingiu a unidade de saúde na passada quarta-feira, indicou a organização "Hand in Hand for Syria" (HIHS, na sigla em inglês).

O presidente da HIHS, Faddy Sahlul, definiu o jovem médico como "uma das pessoas mais corajosas e delicadas que conheceu".

"Era um jovem tímido que conheci há dois anos", disse, sublinhando que trabalharam juntos na Turquia e na Síria e que "todos estão emocionados e entristecidos com a trágica notícia da sua morte".

No ataque de quarta-feira, segundo a organização, outros dois civis perderam a vida.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG