Jihadistas cercam uma cidade próxima de Bagdad

As forças do Estado Islâmico intensificam o cerco a Amriyat al-Falluja, um dos últimos bastiões do exército iraquiano na província de Anbar, a oeste de Bagdad. Caso a cidade caia, a capital fica na mira dos jihadistas.

"O Estado Islâmico (EI) chegou a Amriyat al-Falluja a partir de três frentes. Estamos praticamente cercados", disse à AFP o chefe da polícia local, Aref al-Janabi.

No contacto telefónico com a agência francesa, o responsável iraquiano adiantou que "até ao momento estamos bem, temos o apoio de combatentes tribais. Mas se a cidade cai, a batalha vai deslocar-se para as portas de Bagdad e Kerbala".

A cidade de Amriyat al-Falluja está situada 40 quilómetros a oeste da capital iraquiana, mas os jihadistas precisam ainda de tomar vastos setores que estão nas mãos do exército antes de chegarem à capital.

O exército iraquiano, apesar do apoio aéreo da coligação internacional e da ajuda das tribos locais, perdeu o controlo da província de Anbar, de maioria sunita, após uma série de ataques dos jihadistas.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG