Islamitas apelam a novas manifestações no Egito

Os islamitas egípcios apelaram a novos protestos hoje depois da evacuação de uma mesquita no Cairo, onde estavam barricados vários manifestantes, ao fim de quatro dias de confrontos que causaram mais de 750 mortos, informou a agência AFP.

No total, 385 pessoas que estavam no interior da mesquita Al-Fath, que foi evacuada no sábado pelas forças de ordem egípcias, foram detidas, anunciou o Ministério do Interior.

Os apoiantes do Presidente islamita deposto Mohamed Morsi apelaram a novas manifestações hoje da parte da tarde para denunciar o que consideram ter sido um golpe de Estado, segundo a AFP.

O estado de emergência e o recolher obrigatório noturno continuam em vigor no Egito, que se transformou num campo de batalha desde a dispersão à força dos acampamentos no Cairo de apoio a Morsi, o primeiro Presidente democraticamente eleito no país.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG