Grupo inspirado na Al-Qaida reivindica atentados

Ansar Bait al Maqdis, um grupo inspirado na Al-Qaida, reivindicou hoje os quatro atentados de sexta-feira em diferentes pontos do Cairo e que provocaram a morte a seis pessoas e quase uma centena de feridos.

"Neste contexto, voltamos a insistir no chamamento aos nossos irmãos do Egito para que se mantenham longe de todos o s postos policiais", advertiu o grupo em comunicado difundido na sua conta do twitter, segundo a agência EFE.

O grupo acrescentou que "sofre" e faz "o possível" para não provocar vítimas muçulmanas.

No comunicado, reivindica cada uma das explosões, depois de ja"o ter feito relativamente ao ataque à Direção Geral da Polícia da capital egípcia, o mais grave do dia, em que morreram quatro pessoas.

"Um dos bastiões da traição e da criminalidade foi atacado", advertiram na altura.

A organização acusou o Ministério do Interior de lutar contra os muçulmanos e mostrou determinação em "limpar o Egito de todos os bastiões e agentes de criminalidade".

Os ataques contra forças de segurança aumentaram no Egito desde o derrube militar do presidente Mohamed Mursi, em julho passado, e a posterior perseguição dos seus seguidores.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG