Egito desmente entrevista de Morsi à agência Fars

A presidência egípcia negou esta tarda que o Mohammed Morsi, candidato dos irmãos muçulmanos às presidenciais egípcias que foi eleito à segunda volta como primeiro Presidente civil do Egito, tenha dado uma entrevista à agência de notícias iraniana Fars.

"O senhor Morsi não deu nenhuma entrevista à Fars e tudo o que esta agência publicou não tem fundamento", indicou o porta-voz da presidência, citado pela agência oficial egípcia Mena.

Esta manhã, segundo a versão da Fars, Morsi disse na entrevista que pretendia reforçar as relações com o Irão e queria "rever" os acordos de paz com Israel.

O Irão, que rompeu relações com o Egito depois de este assinar os acordos de paz de Camp David com Israel em 1979, felicitou hoje Morsi pela sua eleição, pela voz do seu Presidente, Mahmud Ahmadinejad.

Morsi, que ainda não especificara o que pretendia fazer em relação ao acordo com Israel, tentara no passado dar algumas garantias de que não pretendia romper os acordos assinados em nome do Egito.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG