Desconhecidos matam 22 peregrinos xiitas

Homens armados mataram 22 peregrinos iraquianos xiitas, segunda-feira, na zona desértica de Noukhaira, no oeste do Iraque, depois de terem mandado parar e desviado o autocarro em que seguiam, anunciaram as autoridades, citadas pelas agências internacionais.

Os peregrinos, todos homens, naturais da cidade de Karbala, no sudeste iraquiano, foram forçados a sair do autocarro, que foi desviado da autoestrada que liga Bagdade à fronteira com a Jordânia, na província sunita de Anbar, e depois abatidos um a um.

Uma patrulha do Exército iraquiano encontrou, na berma da autoestrada, mulheres peregrinas a chorarem e conduziu-as de regresso a Karbala para receberem apoio.

Uma das mulheres, que seguia no autocarro antes de este ser desviado, contou que a viatura foi mandada parar num posto de controlo por quatro homens armados e vestidos com uniformes militares.

Peregrinos xiitas têm sido um alvo preferencial para insurgentes sunitas, que procuram reavivar a violência sectária que levou, há alguns anos, o Iraque à beira de uma guerra civil.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG