Delegação síria avisa que ninguém pode tocar em Assad

O papel futuro do Presidente sírio, Bachar al-Assad, é uma "linha vermelha" para a delegação do regime de Damasco às conversações de paz, disse hoje o ministro dos Negócios Estrangeiros da Síria, durante a viagem para a Suíça.

"As questões do Presidente e do regime são linhas vermelhas para nós e o povo sírio", relatou a agência noticiosa oficial síria SANA, citando Walid Mualle, pouco antes de a sua delegação chegar a Montreux para as negociações.

"Ninguém pode tocar na Presidência", insistiu.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG