Conferência de paz sobre a Síria a 22 de janeiro

Representantes do governo sírio e da oposição vão reunir-se pela primeira vez desde o início do conflito a 22 de janeiro em Genebra, anunciou hoje a ONU.

A conferência é "uma missão de paz", afirmou o secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, ao anunciar a data da reunião, cujo objetivo, sublinhou, é "a total aplicação" do plano definido em junho de 2012 para uma solução política do conflito através da formação de um governo de transição.

"O estabelecimento, com base num consentimento mútuo, de um órgão de governo transitório com totais poderes executivos, incluindo sobre as entidades militares e de segurança", afirmou.

"O secretário-geral espera que os representantes sírios venham a Genebra bem conscientes do facto de que (esse plano) é o objetivo e com a firme intenção de pôr fim à guerra que já fez bem mais de 100.000 mortos, expulsou dos seus lares quase nove milhões de pessoas, fez um número incalculável de desaparecidos e detidos e impôs um fardo inaceitável aos vizinhos da Síria", disse o porta-voz da ONU Martin Nesirky.

"O conflito grassa há demasiado tempo. Seria imperdoável não aproveitar esta ocasião para pôr fim ao sofrimento e à devastação que provocou", acrescentou o porta-voz, citando o secretário-geral.

A Síria vive em guerra civil desde março de 2011, quando a contestação popular ao regime do Presidente Bashar Al-Assad degenerou em confronto militar aberto entre o exército e a oposição e milícias islamitas.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG