Cemitério nega enterros secretos de manifestantes

Responsável desmentiu site renovador que noticiou que 40 pessoas foram enterradas em túmulos não identificados após as presidenciais.

O responsável do grande cemitério de Teerão desmentiu a notícia de que manifestantes mortos a seguir às eleições presidenciais foram ali enterrados em segredo.

O site de informação ligado aos renovadores, Norooznews, noticiou sábado que perto de 40 pessoas foram enterradas entre 12 e 15 de Julho em túmulos não identificados no cemitério Behest Zahra, a sul da capital.

Segundo o site os corpos foram congelados antes de serem enterrados.

Mahmoud Rezaiyan, o responsável, disse que tudo não passa de rumores.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG