Annan espera um cessar-fogo total a 12 de abril

Kofi Annan anunciou que espera um cessar-fogo completo na Síria, tanto pelas forças de Damasco como pelas da oposição, nas 48 horas que se seguirão ao próximo dia 10. Este otimismo do enviado especial da ONU e da Liga Árabe à Síria não é, porém , partilhado por países ocidentais.

"O que esperamos a 10 de abril é que o Governo sírio tenha terminado a retirada das tropas dos centros populacionais", disse o porta-voz de Kofi Annan, que adiantou: "A partir desse momento, começa um período de 48 horas durante o qual haverá uma paragem total de todas as formas de violência por todas as partes, o que inclui o Governo sírio e a oposição".

O enviado especial da ONU e da Liga Árabe fez ainda saber ter recebido de Damasco informações sobre a "retirada de tropas de algumas zonas", uma afirmação que foi, entretanto, desmentida por fontes no terreno que deram conta de novos bombardeamentos das forças do regime.

Entretanto, o chefe da diplomacia francês Alain Juppé - como outros responsáveis ocidentais - afirmou "não estar otimista" sobre a aplicação por Damasco do plano de paz de Annan. Isto enquanto Moscovo alertava para a importância de não pressionar a Síria com "ultimatos".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG