4 mortos e dezenas de feridos em confrontos no Cairo

Pelo menos quatro pessoas morreram hoje em novos confrontos entre apoiantes e opositores do presidente deposto Mohamed Morsi, no Cairo, capital do Egito, referem fontes de segurança citadas pelas agências internacionais.

Novos confrontos entre apoiantes e opositores do derrubado Presidente islamita egípcio Mohamed Morsi eclodiram hoje nas imediações da praça Tahrir, no centro do Cairo, e em várias cidades da periferia da capital, causando um número ainda indeterminado de feridos e pelo menos quatro vítimas mortais.

Pelo menos uma pessoa morreu nos confrontos que ocorreram nas proximidades da praça Tahrir, onde apoiantes e opositores de Mohamed Morsi se enfrentaram com pedras e tiros de espingardas de pressão de ar, segundo relatou uma fonte dos serviços de segurança à agência noticiosa espanhola EFE.

As forças de segurança egípcias responderam disparando gás lacrimogéneo.

A violência também alastrou para a periferia da capital egípcia, nomeadamente para a cidade de Qalioub (a norte do Cairo), onde pelo menos três pessoas morreram, elevando para quatro o número de vítimas mortais, segundo uma fonte dos serviços de segurança citada pela agência francesa AFP.

Na cidade de Qalioub, a Irmandade Muçulmana acusou o exército egípcio de ter disparado "de forma intensa" contra apoiantes de Morsi, que, segundo uma nota divulgada na página oficial do grupo, ainda foram alvos de ataques com pedras.

Desde que Mohamed Morsi foi deposto pelo exército, a 03 de julho, a violência no Egito já fez mais de uma centena de mortos, segundo uma contagem feita pelas agências noticiosas internacionais.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG