Juros descem depois de reeleição de Merkel

Os juros da dívida soberana de Portugal estavam hoje a descer em todos os prazos, mas a dez anos acima dos 7,1%, depois da reeleição da chanceler alemã, Angela Merkel, para um terceiro mandato.

Às 8:30, os juros a dez anos estavam a ser negociados a 7,136%, depois de terem fechado a 7,142% na sexta-feira, pelo décimo primeiro dia consecutivo acima da barreira dos sete por cento.

Os juros da dívida a dois anos estavam hoje a ser negociados a 5,526%, a descer face a sexta-feira, dia em que terminaram a 5,561 por cento.

No prazo de cinco anos, os juros estavam a negociar a 6,540%, abaixo dos 6,559% do encerramento de sexta-feira.

Os juros da dívida soberana de Itália e de Espanha estavam a descer em todos os prazos, enquanto os da Grécia estavam a subir.

Os investidores estão a reagir cautelosamente à reeleição da chanceler Angela Merkel no domingo para um terceiro mandato, porque, apesar de ter arrecadado uma maioria, vai precisar de se coligar para governar, referiram vários operadores.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG