Tories são o novo partido dos trabalhadores, dizem os britânicos

Eleições. Líder dos nacionalistas escoceses voltou a rejeitar que prefere Cameron no governo. UKIP anunciou mais deserções conservadoras.

David Cameron começou a sua campanha, há menos de uma semana, com a promessa de criar 1000 novos empregos por dia nos próximos cinco anos caso seja reeleito. Os britânicos responderam dizendo que os Conservadores do primeiro-ministro são o melhor partido para os trabalhadores.

Numa sondagem publicada pelo jornal The Sunday Times, que coloca os Conservadores à frente dos Trabalhistas nas intenções de voto para as legislativas de 7 de maio, a maioria dos eleitores britânicos (56%) considera que o primeiro-ministro será melhor para os trabalhadores das grandes empresas do que Ed Miliband (28%).

Quando o assunto são os acionistas de grandes empresas ou donos de pequenos negócios a tendência é a mesma: um governo conservador será mais favorável do que um trabalhista - no primeiro cenário a diferença é abismal (78% e 20%), no segundo é bem menor (38% e 32%).

O partido de Ed Miliband só parece convencer quando em causa estão os trabalhadores das pequenas empresas, obtendo a confiança de 34% dos britânicos, enquanto Cameron se fica pelos 29%.

Leia mais na edição impressa ou no epaper do DN.

Ler mais

Exclusivos