Morrem 5 crianças por minuto devido a má nutrição crónica

Em cada minuto que passa, morrem cinco crianças no mundo devido a má nutrição crónica, indica um relatório agora divulgado pela organização "Salvem as Crianças", noticia a AP.

No documento, alerta-se ainda que cerca de 500 milhões de crianças correm riscos de sequelas permanentes nos corpos e cérebros nos próximos 15 anos.

No seu texto, a organização afirma que a morte de dois milhões de crianças em cada ano poderiam ser prevenidas se a má nutrição fosse melhor resolvida.

A dimensão do fenómeno leva a "Salvem as Crianças" a argumentar que a má nutrição crónica é uma crise escondida que afeta uma em cada quatro crianças no mundo.

A fome tem caído, em termos gerais, nas últimas duas décadas, de forma acentuada, mas o "2011 Global Hunger Índex" identifica seis países com situações piores do que há vinte anos. Cinco estão em África e o outro é a Coreia do Norte.

O índice revela que o Congo, o Burundi, as Comores, a Suazilândia e a Costa do Marfim têm hoje maiores níveis de fome do que em 1990. Ao contrário, o Koweit, a Turquia, a Malásia e o México foram os que conseguiram maiores ganhos contra a fome.

Ler mais

Exclusivos