Maradona adormeceu durante discurso de Maduro. Veja como o acordaram

O antigo futebolista foi apanhado a dormir durante um discurso do presidente venezuelano. Foi até preciso um ligeiro empurrão para o acordar.

Uma manobra de propaganda que não correu como previsto -- ainda que esteja a ter mais atenções internacionais do que se tivesse corrido sem incidentes. O antigo astro do futebol argentino Diego Maradona esteva na terça-feira em Caracas para apoiar publicamente o regime bolivariano atualmente liderado por Nicolás Maduro. Mas quando foi chamado à cena, 'El Pibe' estava a dormir.

Durante o discurso numa cerimónia comemorativa dos 190 anos do fim do domínio espanhol na Venezuela, Maduro fez questão de mencionar a presença de Maradona na assistência: "Ele é um fenómeno no campo de futebol, mas também no campo das ideias, porque é um rebelde e um revolucionário. É Diego Maradona, que hoje nos acompanha em Caracas", disse Nicolás Maduro.

À deixa do Presidente, as câmaras focaram o antigo jogador. E é visível que, de braços cruzados e olhos fechados, ele nem deu por ter sido elogiado.

Foi preciso um outro elemento da assistência dar-lhe um pequeno empurrão para que Maradona se levantasse e saudasse o público.

Maduro, por seu lado, fez de conta que não deu por nada e prosseguiu no elogio ao argentino que não esconde a sua devoção ao regime venezuelano.

Ler mais

Exclusivos