Intervenção policial provoca vários feridos

A Polícia turca utilizou hoje gás lacrimogéneo e canhões de água para dispersar uma manifestação que juntou entre 5000 a 10 mil pessoas no centro de Ancara, no nono dia consecutivo de protesto contra o Governo, noticia a AFP. Segundo órgãos internacionais várias pessoas ficaram feridas.

Centenas de polícias antimotim dispersaram com gás lacrimogéneo os manifestantes que se concentraram na Praça Kizilay, em protesto contra o Governo conservador de cariz islamita do primeiro-ministro Recep Tayyip Erdogan, depois destes se terem recusado a sair e terem bloqueado o tráfego.

A polícia, segundo o testemunho de um fotógrafo da AFP, perseguiu os manifestantes que procuraram refúgio nas ruas junto à praça do centro da capital turca.

Estes são, segundo várias agências citadas pelo El Mundo, os incidente mais graves dos últimos três dias.

Ler mais

Exclusivos