Facebook avisa Faceglória. Desistam ou sintam a minha fúria!

A maior rede social do mundo não está nada satisfeita com a criação do site semelhante destinado a evangélicos. E já enviou uma carta ao Faceglória a dizer-lhe para desistir das suas atividades.

Em carta enviada ao Faceglória, o Facebook informa que esta rede social criada por evangélicos brasileiros está a utilizar a marca norte-americana e que isso pode criar confusão nos consumidores, uma atitude que o porta-voz do Facebook justifica por temer que a sua marca seja prejudicada.

Por outro lado, um dos fundadores do Faceglória, Atilla Barros, escreveu num e-mail enviado à CNN que "Mark [Zuckerberg, fundador do Facebook] é um génio e pode ajudar-nos, até mesmo ser nosso padrinho nesta longa e árdua jornada".

Barros não nega que a sua grande inspiração para a criação de uma rede social alternativa - em que há várias atividades proibidas - foi o Facebook. E faz questão de dizer que acredita que Mark Zuckerberg também não quer que a sua rede social seja um sitio para pornografia e violência.

Mas uma parceria entre as duas empresas parace pouco provável, devido às rígidas regras do Faceglória.

Exclusivos