Cuba autoriza 1.º ponto de wi-fi gratuito

Acesso pago à rede é incomportável para a esmagadora maioria dos cubanos.

O governo cubano autorizou a entrada em funcionamento do primeiro ponto público de wi-fi de acesso livre e gratuito. Está localizado num centro cultural de Havana, dirigido por um popular artista plástico ligado ao regime, Kcho. Quando o centro foi inaugurado, já este ano, o evento contou com a presença de Fidel Castro.

O wi-fi tem como base à ligação pessoal de internet de Kcho e foi aprovada pelas autoridades. Permite a utilização da internet por qualquer pessoa, ainda que a uma velocidade mais lenta do que é habitual neste tipo de ligações. Segundo a AP, que cita um estudo realizado em 2014, a velocidade média global é de 3.9 megabites por segundo (mbps); nos Estados Unidos é de 10.5 mbps e na Coreia do Sul, líder mundial, é de 23.6 mbps. Em Cuba é de 2 mbps.

Leia mais no epaper ou na edição impressa do DN

Exclusivos