Chinês corta a própria mão para acabar com o vício da internet

Jovem chinês de 19 anos, da cidade de Nantong, na província de Jiangsu, desesperado para se curar do vício da internet, foi levado para o hospital depois de ter cortado a própria mão.

Viciado na internet, o adolescente chinês tratado por "Little Wang", em português "Pequeno Wang",decidiu cortar a mão esquerda na tentativa de acabar com o vício, conta o jornal britânico The Telegraph.

Sozinho em casa e determinado a acabar com o "tormento" do seu vício, dirigiu-se até à rua e num banco do jardim, pegou numa faca (roubada da sua cozinha) e certo de que ninguém o estaria a ver cortou a mão pelo pulso. Depois disso, ligou para um táxi e pediu-lhe que o levasse para o hospital.

A mãe do adolescente de 19 anos só se apercebeu do que tinha acontecido quando encontrou um bilhete do filho no quarto, às onze da noite. O recado deixado pelo filho dizia para não se preocupar, que se tinha ausentado para ir ao hospital e que não tardava a chegar.

Os cirurgiões do hospital conseguiram recolocar a mão ao "Pequeno Wang", depois das autoridades a terem recuperado no local, sem garantias que voltasse a ter a mesma mobilidade.

Atualmente estima-se que haja 24 milhões de jovens "viciados na web" na China. Ativistas acreditam que os países asiáticos, como a China, que possui cerca de 649 milhões de usuários de internet, estão em risco de uma grande epidemia do vício online.

Tao Ran, um psicólogo que dirige um centro de reabilitação de Pequim para os viciados na internet, estima que cerca de 14% dos jovens do seu país sejam viciados.

Ler mais

Exclusivos