Cameron vence primeiro (falso) debate, mas Miliband surpreende

Primeiro-ministro conservador e líder trabalhista responderam em separado às perguntas de Jeremy Paxman. Sondagens continuam a dar empate técnico entre Tories e Labour.

"Se sou suficientemente duro para ser primeiro-ministro? Claro que sou, raios!", exclamou Ed Miliband. Já David Cameron admitiu ter cometido "erros", mas pediu um segundo mandato para "acabar o trabalho" de recuperar a economia. O líder da oposição e o primeiro-ministro britânicos não estiveram frente a frente, mas ambos responderam, à vez, na quinta-feira à noite, às perguntas de Jeremy Paxman - o "macho-alfa" dos entrevistadores políticos segundo o Telegraph - num programa do Channel 4 e SkyNews.

No final deste falso debate, trabalhistas e conservadores reivindicaram ambos a vitória para o seu líder, mas uma sondagem ICM para The Guardian mostrava que Cameron fora mais convincente. Pelo menos para 54% dos inquiridos, contra 46% para Ed Miliband. Isto apesar de os analistas políticos britânicos admitirem que o líder do Labour "ultrapassara as expectativas".

Leia mais no epaper ou na edição impressa do DN

Ler mais

Exclusivos