Autoridades pedem às pessoas na Florida para pararem de "libertar" tartarugas. Elas afogam-se!

As tartarugas da Florida (as 'gopher') não sabem nadar. Mas muitos residentes ou turistas na região não sabem e as boas intenções têm resultados fatais.

As autoridades de proteção da natureza da Florida estão a pedir a residentes e turistas daquele estado norte-americano para que não tentem "libertar" para o oceano as tartarugas locais pois este género de animais não sabe nadar e acaba por afogar-se.

O alerta, noticia hoje a agência AP, surge após se terem registado pelo menos três casos, no mês passado, em que pessoas "ajudaram" tartarugas bebés levando-as para o oceano.

As autoridades locais explicam que as 'gopher', que são animais protegidos, vulgarmente depositam os ovos em dunas junto ao mar, o que leva muitas pessoas a pensarem que se tratam de animais marinhos.

Explicam ainda que é possível distinguir estes animais terrestres dos marinhos observando as suas patas: as 'gopher' têm dedos e unhas nas patas enquanto as tartarugas marinhas têm barbatanas. Uma diferença visível mesmo à distância.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Anselmo Borges

"Likai-vos" uns aos outros

Quem nunca assistiu, num restaurante, por exemplo, a esta cena de estátuas: o pai a dedar num smartphone, a mãe a dedar noutro smartphone e cada um dos filhos pequenos a fazer o mesmo, eventualmente até a mandar mensagens uns aos outros? É nisto que estamos... Por isso, fiquei muito contente quando, há dias, num jantar em casa de um casal amigo, reparei que, à mesa, está proibido o dedar, porque aí não há telemóvel; às refeições, os miúdos adolescentes falam e contam histórias e estórias, e desabafam, e os pais riem-se com eles, e vão dizendo o que pode ser sumamente útil para a vida de todos... Se há visitas de outros miúdos, são avisados... de que ali os telemóveis ficam à distância...