A carta de despedida do lusodescendente jihadista para os pais

Antes de deixar França para partir para a Síria e juntar-se ao Estado Islâmico, Michael dos Santos agradeceu aos pais e disse-lhes para se converterem ao Islão.

Filho de dois portugueses, Michael dos Santos é agora Abou Othman, militante do Estado Islâmico, 22 anos, que foi identificado no vídeo de execução de um refém norte-americano divulgado no domingo. Em agosto de 2013, o lusodescendente deixou França e viajou para a Síria para integrar este grupo jihadista, tendo deixado uma carta de despedida aos pais.

"Amo-te mãe, talvez não to tenha mostrado o suficiente, mas amo-te muito. E ao pai também", diz a carta, segundo o jornal francês "Le Parisien". "Obrigado por tudo o que fizeram por mim. Jamais vos esquecerei", acrescenta o lusodescendente, que, logo de seguida recomenda aos pais que se convertam ao Islão para terem felicidade. "Convertam-se ao Islão e ver-se-ão no Paraíso", escreve, rematando com um simples "beijos".

A carta foi encontrada, segundo o jornal, em setembro de 2013, no âmbito de uma busca policial à casa dos pais de Michael dos Santos.

Ler mais