Indemnizações para doentes de cancro devido ao 11-S

Pessoas que ficaram com cancro devido aos atentados do 11 de Setembro, nos Estados Unidos, vão ser indemnizadas, anunciaram na segunda-feira as autoridades norte-americanas, citadas pela agência AFP, na véspera do 11.º aniversário da efeméride.

Cerca de 50 tipos de cancro serão incluídos na lista de doenças passíveis de ser abrangidas pelo fundo destinado a compensar as pessoas que adoeceram depois de terem inalado pó tóxico dos escombros das Torres Gémeas, em Nova Iorque, que ruíram a 11 de setembro de 2001, na sequência de ataques atribuídos à organização terrorista Al-Qaida.

Antes, o fundo, de 4.300 milhões de dólares (3.300 milhões de euros), apenas permitia cobrir tratamentos médicos contra a asma e outras doenças respiratórias, a depressão, a ansiedade e dores múltiplas.

Em junho, o instituto norte-americano para a higiene e saúde no trabalho recomendou que várias dezenas de tipos de cancro fossem acrescentadas à lista de doenças ligadas ao 11 de Setembro.

"O regulamento final adiantou à lista de doenças ligadas ao colapso do World Trade Center todos os tipos de cancro recomendados", declarou na segunda-feira o administrador do fundo, John Howard.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG