Falhou "levantamento expresso" dos prémios do El Gordo

Pela primeira vez na história do sorteio, seria possível levantar os prémios até 2500 euros no próprio dia. Problema técnico arrasou com a novidade.

Era a grande novidade do sorteio de Natal espanhol deste ano: O El Gordo poderia ser levantado no próprio dia em que fosse conhecido o vencedor do prémio, a partir das 18.00. O sistema tinha sido adaptado e os pontos de venda estavam aptos para pagar os prémios cujo montante não ultrapassasse os 2500 euros.

Porém, um "erro informático generalizado" impediu os espanhóis de fazerem ontem compras para o Natal com o dinheiro do prémio. E ainda que a maior parte dos vencedores, segundo o El Mundo, tenha recebido a notícia sem grande espanto, aceitando cobrar o prémio no dia seguinte, houve outros que esperaram horas na fila, até às 18.00, para recolher o dinheiro que passou a ser seu por direito. E, no final, foram para casa de mãos a abanar.

À agência Efe, o departamento de Apostas e Lotarias do estado espanhol garantiu que, a partir de hoje, a entrega dos prémios far-se-á com normalidade, sanados que estão os "problemas técnicos". Mas havia quem comentasse: "Não sei para que anunciam coisas que depois não cumprem".

A única garantia é que, mais cedo ou mais tarde, todos poderão levar o quinhão que lhes coube em sorte. Os contemplados com o El Gordo receberão 400 mil euros por décimo, com 640 milhões para repartir, ao todo, pelo prémio principal.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG